Postagens

Closer To You

Imagem
Capítulo 2
- Céus! Você fede!! - gritou Luca assim que Lua chegou perto dele com dois cappucinos e dois croissants
- Ah! Bacana! - ela fingiu sentir-se ofendida -Agora mesmo que você não ganha o café.
- Qual foi Lua!! - ele riu- Café!! Café!!
- Okay, eu dou o café e você me diz o porquê de estarmos no parque...
- Você disse que queria conhcer melhor o Cordeiro, então te trouxe para perto dele.
Lua olhou para o garoto ceticamente, o parque era lindo cheio de árvores e com uma grama verde bem cuidada, dava para ouvir os pássaros cantando pelos cantos, várias flores nas margens do caminho de pedra para os visitantes deixavam o caminho mais bonito e por fim eles chegavam aos vários bancos e mesas de piquinique.
Luca estava sentado em cima da mesa de piquinique comendo seu croissant enquanto falava com Lua que estava sentada no banco da mesa.
- O que eu te contei até agora?
- Que o mundo foi criado por Deus e que tudo aconteceu em sete dias, Deus escolheu um povo pra chamar de seu e fez vá…

Closer to you

Imagem
Capítulo 1
"Coisas boas acontecem a todo mundo" a voz de seu pai, rouca como sempre, ecoou em sua mente pela milésima vez naquela manhã enquanto olhava as flores na rua da cidadezinha italiana "Tanto faz no que você acredita, um dia vai morrer e ser enterrado. Fim da linha"
Lua ajeitou o cabelo enquanto olhava bem para as rosas vermelhas e brancas da banquinha de rua feita de madeira clara. 
- Está procurando algo em específico? - perguntou o atendente da banca, parecia jovem e era ruivo
"Sempre estou procurando alguma coisa, hoje é o motivo de eu estar aqui."
- Não, estou só olhando.- disse a garota de olhos ternos
- Talvez essa flor - disse o atendente pegando uma margarida branca - Combina com seus cabelos escuros
- Obrigada - disse Lua pegando a flor e dando uma moeda como pagamento ao atendente
Um vento calmo passou ali perto balançando os cabelos da jovem morena, uma sensação quente aqueceu seu coração e algo sussurrou em seus ouvidos. 
Balançando a cabeça e…

"Como as estrelas..."

Imagem
O céu noturno brilha tão forte nessa linda noite, quase intacto como se ainda fizesse parte da Criação orgininal. Escrevo essa pequena carta a pedido da minha saudade do que conheci no Céu e das inúmeras conversas que tive conversando com Você.
Essa noite o céu brilha como nunca brilhou antes, sinto forte a Tua presença do meu lado enquanto vejo inúmeras fugas, lutas e desafios que vivi durante esses anos passarem pela minha cabeça. Sei que da colina em que me encontro não vejo nada do que Tu criastes, mas sei que apesar de mim, apesar do meu fôlego, há um mundo inteiro por aí esperando para poder revelar a sua parte na face do Criador. 
Sei que em algum lugar, alguém observa o mar batendo de leve a ricochetear; sei que em alguma planície, uma garota sonhadora observa as flores se mexerem com o amanhecer, sei que ainda tem alguém que vaga pela floresta procurando ouvir e encontrar aquilo que se perdeu. E sei que existem aqueles que, como eu, amam contemplar o deserto para poder ver a im…

Gênesis 46.28-30: O Reencontro

Imagem
"Jacó mandou que Judá fosse na frente para pedir a José que viesse encontrá-los em Gosém. Quando eles chegaram, José mandou aprontar o seu carro e foi paara Gosém a fim de se encontrar com o pai. Quando se encontraram, José o abraçou e chorou abraçado com ele por muito tempo. Então Jacó disse: 'Já posso morrar, agora que já vi você e sei que está vivo!'. " Gênesis 46.28-30
Gosém apareceu na visão de José enquanto ele estava de pé na carruagem que preparara para ver seu pai. Era um dia ensolarado no Egito, com o sol no alto do céu sem nuvens e uma brisa quente passeando pelos lares da região.
José vestia suas roupas egípcias de linho branco, seu cabelo curto sentia o vento forte na cabeça e na mesma ele só ouvia o suspiro do seu Deus.
- Finalmente Pai. - ele sussurou - Jacó... como sinto falta dele.

Mil imagens brotaram na mente do governador do Egito enquanto o cavalo corria para Gosém, a terra em que seu pai se encontrava.

A primeira lembrança era de quando José era…

Gênesis 3: O Começo

Imagem
"A mulher viu que aárvore era bonita e que as suas frutas eram boas de se comer. E ela pensou como seria bom ter entendimento. Aí apanhou uma fruta e comeu; e deu ao seu marido, e ele também comeu. Nesse momento os olhos dos dois se abriram, e ees perceberam que estavam nus. Então costuraram umas folhas de figueira para usar como tangas." Gênesis 3. 6,7


Doce. Foi a primeira coisa que ela sentiu quando mordeu o fruto, era doce e suculento... Em primeiro momento não entendeu porque seu Pai não lhe deixara comer aquele fruto antes, mas agora estava tudo bem porque ele já estava na sua boca doce como mel.
Alguns flashs começaram a rodar a cabeça de Eva enquanto mastigava o fruto de olhos fechados e agachada no meio das moitas ali perto da grande árvore que ficava bem no meio do Jardim. Aquela árvore era grande e com raízes profundas que sugavam os nutrientes da terra fértil.
O primeiro flash foi a visão da cobra, aquela grande serpente que havia se mostrado na árvore tinha olhos …

Faz chover

Imagem
"Falta muito pouco para você mergulhar nas trevas para sempre." Elben Lenz César  A chuva havia cessado, alguns poucos pingos ainda manchavam o vidro da janela do quarto da garota de trança no cabelo longo. O céu ainda estava escuro como se as nuvens tivessem medo de sumirem de repente, era óbiva a alegria das árvores em ver o água fresca vinda do céu para lhes alimentar e também era evidente a escuridão do mundo daquela jovem que observava as nuvens pararem de chorar.
O quarto era amplo e retangular, com uma cama no canto esquerdo bem embaixo da janela, o guarda roupa branco ficava na direção oposta e uma pequena estante de livros ficava na fernte da cama como se convidasse a garota a largar a observação para começar a ler e se encantar com algum mundo submerso pelas páginas amareladas. Ela, a garota, era jovem, tinha 17 anos e usava uma camiseta larga com uma calça legging que usava para dormir, estava com uma trança nos cabelos claros e com alguns pingos de pomada no rosto…

Mateus 14.22-36

Imagem
 " Alta madrugada, Jesus dirigiu-se a eles, andando sobre o mar. Mas Jesus imediatamente lhes disse: “Coragem! Sou eu. Não tenham medo!”. " Mateus 14. 25,27

A noite cobria o céu como um manto acima dos olhos de alguma criança adormecida, havia somente algumas pequenas estrelas remotas uma das outras e a Lua. Ela, a dama da noite, crescia um pouco a cada noite e era a única presente quando o deque rangeu com o peso desconhecido.
O deque da praia se estendia forte até uns 500 metros da praia, onde era possível colocar os pés na água ou pular sem perigo; era de madeira clara mas naquela noite parecia banhado pelo negro do céu. Ele rangia devagar enquanto um par de pés finos e femininos andava por ele, as mãos palidas de uma jovem garota passeava levemente entre as barras de madeira grossas que evitava que crianças caíssem na água sem querer. O vento chicoteou seus cabelos castanhos e sedosos com gentileza e ela suspirou deixando todo o ar sair devagar da sua boca.. Era mediana, com…