Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2017

Tempo Perdido

Imagem
O garoto de olhos não mais tão brilhantes sorriu entrando no karaokê com os amigos, odiava barulho e muita gente junta para cantar algo desafinado; mas como eles queriam e insistiram para que fosse junto, o jovem apenas assentiu.

Não entendia como as pessoas gostavam de passar seu tempo ali, ele mesmo odiava aquilo; afastou os pensamentos de sua cabeça deixando a bateria tocar o ritmo de Tempo Perdido da Legião Urbana.

"Tão jovens, tão jovens, tão joveens para sofrer não?" perguntou ele a si mesmo

Sentaram-se todos numa mesa longe do som alto do karaokê, minutos depois enquanto o jovem devaneava em suas tristes lembranças um outro grupo de amigos apareceu.
Uma jovem moça fechava a cara cansada, virava os olhos quando perguntavam como estava... ela realmente parecia triste, sentou do lado do garoto ouvindo alguma coisa nos fones de ouvido.

O garoto dos sonhos maiores que seu coração procurou sorrir e tirou um dos fones dela, a jovem de pulsos magros olhou-o intrigada, seu ca…

Stop Crying You Heart Out

O garoto sentou-se no banco da lanchonete colocando seus fones de ouvido, permitiu-se tocar uma música triste que combinasse com sua vida.
Apenas continuou a pensar no golpe baixo que aquela mulher fizera com ele, poderia ter terminado tudo normalmente, poderia ter mandado uma mensagem ou algo do tipo.... mas trai-lo? Ele nunca esperou aquilo.

Deixou que as lembranças lhe viessem a mente naquele momento, permitiu-se sofrer.
Aquele rosto tão angelical com seus cabelos pretos e olhos cor da noite, o seu sorriso branco e sua pele tão pálida que parecia um floco de neve. Aqueles lábios que raramente ficavam avermelhados....
Aquela moça mexia tanto com sua mente, como um manipulador de serpentes ela o manipulava.
O garoto de olhos brilhantes e sonhos maiores que seu coração enfiou a cabeça nas mãos sentindo o coração apertar.

Lembrou-se do primeiro beijo que teve com aquela moça, seu coração parecia arrebentar as tripas e ele não conseguia parar de sorrir enquanto sentia os lábios com gos…

Human

Imagem
Ela segurava os joelhos com as mãos magras, agachada onde estava a menina chorava compulsivamente.
Por que todos tinham que trata-la tão mal? Por que ninguém entendia que ela também era um ser humano?
A menina baixa de olhos atentos abaixou a cabeça deixando todas as lágrimas caírem, não precisava esconder-se dentro de um banheiro para isso- todos olhariam da mesma forma; ela estava no primeiro canto vazio que vira.
Por que ninguém a entendia?

Seus ombros soluçavam cansados, seus olhos antes atentos estavam vermelhos, sua boca estava roxa e seu corpo gelado. Horas e mais horas se passaram até que conseguiu finalmente levantar daquele cubículo.
Tremendo e sentindo-se inundar num mar de decepção, a menina caminhou pelos corredores a procura de sua bolsa preta com tudo que precisava... uma lâmina.
Nunca pensara que seria necessária novamente, mas parecia que naquela lâmina de metal havia uma cura a sua dor.

"Eu consigo." ela pensou " Eu consigo."
Pegou a lâmina chata,…